Consorcio de imóveis vale a pena ?

O consórcio de imóveis é uma ação muito comum aqui no Brasil e milhares de pessoas ficam na dúvida entre escolher o consórcio e um financiamento. Qual será mais benéfico? Para chegar a uma conclusão é preciso conhecer o consórcio, saber como ele funciona e assim avaliar todos os seus pontos negativos e positivos.

Existem centenas de empresas brasileiras que oferecem o consórcio imobiliário. É preciso sempre avaliar mais de uma opção, verificar os valores e as taxas cobradas. A seguir, obtenha mais detalhes sobre o consórcio de imóveis.

Entenda o que é um consórcio

Um consórcio de imóveis consiste em um grupo de pessoas, geralmente consumidores, que pagam uma determinada quantia mensalmente, formando um fundo. Essas pessoas devem arcar com essa quantia mensal durante um determinado período, estipulado no momento de criação do grupo.

A cada mês, uma pessoa do grupo é contemplada, e recebe o valor necessário para obter o seu produto que, nesse caso, é um imóvel. O valor recebido por essa pessoa também é definido no momento em que ela entra no grupo.

Consórcio x Financiamento

Muitas pessoas ficam na dúvida entre o consórcio e o financiamento. É preciso ressaltar que ambos possuem seus benefícios e vantagens. No consórcio os seus gastos serão menores do que os pagos em um financiamento. Entretanto, no consórcio o indivíduo precisará esperar pela sorte de ser contemplado, enquanto no financiamento já recebe o crédito na hora.

Além disso, há maiores chances de ficar inadimplente em um consórcio. Esse risco também existe no financiamento, mas tende a ser menor pois você depende apenas de você. Já no consórcio, você depende de todas as outras pessoas do grupo. Caso uma deixe de pagar a contribuição mensal, o grupo todo ficará inadimplente.

Empresas que disponibilizam consórcios

As principais empresas que oferecem consórcio de imóveis são os bancos. Além do Banco do Brasil, é possível participar de um consórcio na Caixa Econômica, no Santander, no Itaú, no Bradesco, entre outros bancos comerciais.

Há também cooperativas de crédito que disponibilizam a ação e através do site http://www.bcb.gov.br/fis/info/instituicoes.asp é possível encontrar a lista completa. Há ainda administradoras de consórcios focadas nesse tipo de ação e elas oferecem várias opções para você.

Detalhes importantes

É importante que você tenha condições de arcar com as contribuições mensais do consórcio, de modo contrário nem solicite a participação. Além das contribuições mensais do consórcio, há as taxas cobradas pelos bancos ou administradoras de crédito.

A principal taxa é a administrativa, mas algumas empresas ainda incluem um fundo de reserva e um seguro, encarecendo o valor final da contribuição. Todos os meses a administradora do consórcio realiza a Assembleia Geral Ordinária, onde são anunciados os contemplados.

Todos os participantes do grupo serão contemplados até o prazo final, mas é preciso esperar. Há também algumas regras em relação aos sorteios que podem variar de uma administradora para outra, por isso sempre leia com atenção o contrato antes de assinar, assim ficará ciente de todas as etapas.